terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Champs-Élysées???? Q nada!!!

Fichinha!!! O ex-ditador romêno Nicolae Ceausescu realmente tinha mania de grandeza.
O cara fez questão de construir uma avenida aqui em Bucareste maior que a famosa Champs-Élysées Parisiense, nem que somente 60 mts.
Pela foto que tirei talvez não dê pra ter noção, mas pela foto aérea que achei na internet, dá pra ver a monstruosidade arquitetonica que existe na Bulevardul Unirii.
O ditador desde o inicio tinha o objetivo e a esperança de tornar a Romênia uma grande potência. Assim, o investimento em tecnologia e grandes obras sempre foi um marco de seu legado histórico.
Lembro até um pouco das obras do nosso governo militar e do Hugo Chavez na Venezuela. Acho que é algo bem inerente aos regimes ditatoriais. Mostrar grandeza, poder, e tudo mais. Fato é que o povo acha esse predios e monumentos um verdadeiro desperdicio. Elefantes brancos que só servem pra enfeitar a cidade. O prédio ao fundo na foto é o antigo palacio do ditador. Pelo que me falaram, tem mais de 7 mil ambientes (feito totalmente com materia prima romena, inclusive decoração) e é a segunda maior construção em área construída do mundo, ficando atrás somente do Pentágono Yankee.
Acho que o ditador nem chegou a ter tempo pra visitar todos os ambientes, já que foi morto após a queda do comunismo na década de noventa.

Um comentário:

Renata Gonçalves disse...

Ótimo post! Tenho te visitado, com frequência, e adorado saber um pouco mais da Romênia. Se não fosse por você, acho que não avançaria muito nesse assunto. Tirando pouquíssimas informações da própria Bucareste e do Drácula, nada mais eu teria o que dizer sobre o país. Muito bom e necessário saber que, afinal de contas, o mundo é 'pequeno'. Você, inclusive, o encurta com saborosa curiosidade. Vida longa a seus textos e viagens, Léo.